Turacos


SOBRE

Os turacos são altamente territoriais, defendendo o seu território de todos os intrusos. Levantam e baixam a sua longa crista, enquanto se encurvam e sacodem a cauda. As espécies do género Tauraco abrem também as asas para mostrar as porções vermelhas ameaçadoras. Defendem vigorosamente o ninho e os juvenis contra qualquer intruso, ave ou mamífero, independentemente do seu tamanho.


Turaco de crista vermelha

Nome Científico
Tauraco erythrolophus

Curiosidade
É uma espécie endémica de uma Angola devastada pela guerra, muito pouco conhecida, mas aparentemente comum. No entanto, a destruição das florestas no sopé das montanhas e a contínua degradação dos bosques de árvores de folha larga representa uma possível ameaça ao seu número.

Turaco de face branca

Nome Científico
Tauraco leucotis

Curiosidade
Uma característica única dos Turacos é a presença de dois pigmentos de cobre, a turacina vermelha e a turacoverdina verde, o que não acontece em mais nenhuma espécie do Reino Animal. A crença de que a turacina é lavada da plumagem das aves durante as tempestades é errada, uma vez que este pigmento é apenas solúvel em solução alcalina.

 

Turaco hartlaub

Nome Científico
Tauraco hartlaubi

Curiosidade
Todos os turacos são altamente territoriais, defendendo o seu território de todos os intrusos. Levantam e baixam a sua longa crista, enquanto se encurvam e sacodem a cauda; as espécies do género Tauraco abrem também as asas para mostrar as porções vermelhas ameaçadoras. Defendem vigorosamente o ninho e os juvenis contra qualquer intruso, ave ou mamífero, independentemente do seu tamanho.

Turaco violeta

Nome Científico
Musophaga violacea

Curiosidade
Solta um longo coro de notas profundas e gorjeadas “cou-cou-coucou-cou-rhou-rhou” que tendem a encadear-se umas nas outras produzindo um som contínuo e vibrante, quase semelhante ao de um macaco.